Como Gerenciar uma Obra do começo ao fim com Gestor de Obras

Qual seu melhor interesse com o G.O Gestor de Obras?

Gestor de Obras

Como Gerenciar uma Obra do começo ao fim com Gestor de Obras – Diferenciais: Necessidade de automação do processo e controle de execução por obras, bem como seu controle e acompanhamento financeiro. Através de conciliação de recebimentos e pagamentos dos projetos, permitindo um (Previsto x Realizado e gestão total caixa, pessoas, ativos e serviços por obra).

COMO GERENCIAR UMA OBRA DO COMEÇO AO FIM - Gestor de Obras

O mercado de construção civil tem suas complexidades, é um mercado competitivo e exige um gerenciamento de obras muito competente.

É comum sair pelas cidades e observar, obras inacabadas, ou com prazo previsto atrasado. Esse cenário é comum nas cidades espalhadas pelo Brasil. Isso ocorre por vários motivos: Falta orçamento, falta material, não tem funcionários suficientes para entrega da obra no prazo.

Claro que esses são fatos com problemas pontuais em cada aspecto, o que ocorre para isso acontecer? Muito provável que seja: por falta de planejamento financeiro, ou alinhamento de custos e medidas, faltou previsibilidade de dias de trabalho atrelada ao fator tempo. Na realidade o que realmente faltou em algum desses casos foi um Gestor de Obras

Arquitetos, engenheiros, que efetuam suas funções em a alguma construtora, ou serviços como prestador de serviços, necessita de um sistema gerenciador de obras para organizar, estruturar, conciliação bancária, custos, perdas e lucros. Pensando nesses fatos ocorridos a SmartSix preparou esse post para falar de como organizar e gerenciar uma obra, como um verdadeiro Gestor de Obras.

Orçamento: Comece pelo quanto tem e quanto ira gastar em sua obra

Custos: Reduza custos de uma obra com sistema informatizado

Planejamento: Estruturação do começo ao fim.

Responsabilidade: Social, ambiental, trabalhista

Tecnologia a seu favor: Uso de software Gestor de Obras para gerenciar desde a parte orçamentária, funcionários, fornecedores, tem como resultado uma melhor automação.

ORÇAMENTO:

  1. Custo da construção por metro quadrado;
  2. Precisão orçamentária, o valor de um prédio a ser construído, não é igual às localidades distintas, estados brasileiros.
  3. Dados assertivos no comparativo de orçamentos é necessária através de dados.

Atribuir uma composição de preços para cada serviço levantado do projeto, saber quanto custará cada elemento do plano.

  1. MOD – mão de obra
  2. MAT – material
  3. SER – serviços

Composições TCPO: TCPO- Tabela de Composições e Preços para Orçamentos é a principal referência de engenharia de custos do Brasil.

Levantar os custos indiretos e custos de acessórios:

  1. É necessário 0,64 horas de Pedreiro para executarmos 1 m² de alvenaria.
  2. É necessário, 27,20 unidades de blocos cerâmico, para executarmos 1 m² de alvenaria!
  3. Inserir os impostos e definir o lucro desejado.
  4. Encontrar com base nos parâmetros o preço de venda.

Tecnologia Gestor de Obras:

Dessa forma, tendo informações bem armazenadas é possível um plano de ação, com informações precisas de orçamento com uso de um sistema como o Gestor de Obras, é previsto investimento e lucros, e execução com redução de custo.
No Gestor de Obras, pode se efetuar cadastros:

  1. Funcionários
  2. Fornecedores
  3. Clientes
  4. Serviços
  5. Produtos
  6. Funções

E assim, atribuir a cada área responsável.

Com informações em relatórios gráficos podendo ser impressos o baixados em extensões mais usadas. Você pode conhecer o Gestor de Obras que fará o trabalho de gerenciamento mais completo e de baixo custo orçamentário, se quer saber mais sobre o sistema, Clique aqui.

Cuidados e conclusão Gestor de Obras

Resguarde a execução de sua obra contrate trabalhadores pelo regime CLT de acordo com o Artigo 443 da CLT dentro desse regime diminui prejuízos com ações trabalhistas, O Software Gestor de Obras não controla frequência de funcionários, mas controla a existência dele em seu quadro do mesmo pelo cadastro de funcionários.

Estamos tratando especificamente  gestão de obras, mas, esse trabalho exige: responsabilidade ambiental, como uso de água sem desperdício, cuidados com árvores, porque toda arborização deve ser preservada na cidade ou local de sua construção, responsabilidade com o trânsito que deva ser formado durante a construção, além do benefício de contribuição para preparação e auxilio de vias públicas, para não causar impactos ofensivos a cidade. Mas, esses e outros fatores devem ser observados com devidas autorizações de órgãos públicos.

Finalizando, o uso de estratégias de negociação tendo em mãos os orçamentos de fornecedores com custo final de sua obra, claro, através de tecnologia Gestor de Obras, e em sistema, conter os orçamentos dados ao seu cliente, visualmente e de maneira fácil e intuitiva obter parâmetros reais desde: custos e lucros, fornecedores e clientes, funcionários, relatórios com conciliação bancária acessibilidade com limitador de níveis de acesso, sendo multiusuário, arquitetos, engenheiro, mestre, podendo utilizar a mesma ferramenta, com suas devidas responsabilidades dentro do Gestor de Obras, conheça mais sobre a ferramenta em nossa página clicando Clique aqui.

Qual seu melhor interesse com o G.O Gestor de Obras?

Ou Acesse diretamente nossa página após o cadastro abaixo:

Acesse nosso Software Gestor de Obras

Estamos ofertando nosso Software pela Hotmart. Pagamento recorrente todos os meses


Edir Gimenes

Consultor de negócios SmartSix. Área de atuação: gerar novos negócios por meio do que mais ama fazer, que é o que engloba marketing em diversas fontes direcionadas. Desenvolve sites WP.

Este post tem 2 comentários

  1. Fernando

    A matéria pega pontos importantes relacionado a gerir uma obra, e a questão do sistema é realmente muito interessante no processo de gerência, orçar, balancear, e ter em mãos previsto e custo real, muito boa ferramenta. Parabéns

    1. Edir Gimenes

      Obrigado Fernando por seu posicionamento a respeito de nosso post o que necessitar estaremos a disposição

Deixe uma resposta